3 de out de 2010

rotina


pode apertar, eu nem ligo.
nem liga? nem liga? depois você reclama quando fica roxo...
reclamo mesmo. não gosto de mordida, você sabe.
dane-se. eu mordo e quero que fique a marca!
não, não morde de novo! porra! no mesmo lugar?
gostosa!
filho da puta!
vem cá, pula no meu colo, vem! eu te agüento!
guenta nada! sou pesada...
você é gostosa...
sobe aqui, vai!
assim?
é, assim! gostosa!
podia passar a vida inteira agarrada assim em você... na real, eu podia morrer agora assim...
você gosta mesmo?
eu não gosto, eu amo! to cheia dos clichês hoje... puta que pariu, viu?!
adoro suas tetas...
gosta mesmo?
gosto...
então engole elas...
engulo...
caralho! não morde!
você é gostosa demais... vem cá, me dá um beijo...
só se você prometer não me morder mais...
não prometo nada... só se você deixar de ser gostosa...
só se você quiser...
eu não quero...
então vem cá e me engole inteira...

Nenhum comentário: