21 de out de 2009

insomnia

insônia é bom pra ficar sem dormir

deitado ao lado, o companheiro respira
é possível ouvir o som de suas células estabelecendo as trocas gasosas
entra oxigênio, sai gás carbônico
entra oxigênio, sai gás carbônico
entra oxigênio, sai gás carbônico
em cada uma das moléculas de seu corpo
infinitamente

do lado de fora, passarinhos adiantados não se cansam de cantar
um canto que só cansa
o canto perturbador dos solitários noturnos
e cada nota ecoa no fundo dos ouvidos
invade o cérebro e perturba a mente

nem a chuva é capaz de amansar os pensamentos
as gotas de vidro se chocam contra a capital de metal
e o estrondo de cada pingo é sentido como chumbo
e o tremor de cada trovão é convulsão de um corpo fora de lugar
e o clarão dos relâmpagos é um flash dos problemas correndo diante dos olhos que não querem se cerrar

a conta para pagar
a saudade da mãe, do pai, da irmã e da gata
a falsidade e a mentira de alguns
o trabalho que ficou para amanhã
o remédio pra tomar
as pessoas distantes e o desejo de um abraço
o medo da morte e da doença
o desejo da morte e da doença
devaneios, mentiras, verdades, dores, sentidos
bailam diante de olhos secos e confusos
ah, rivotril! como você faz falta aqui!

e cada problema se torna ainda maior
quando o sol da manhã começa a despertar
e a certeza de que o horário de verão só vem pra bagunçar
e a tristeza de ter que levantar
e a ansiedade de não poder fechar os olhos
e a angustia de não poder descansar
o desespero invade todos os sentidos como todos os raios do sol

nunca a música do despertador foi tão alta
e nunca a björk foi tão detestada
e nunca o frio foi tão intenso
e a conta pra pagar
a saudade da mãe, do pai, da irmã e da gata
a falsidade e a mentira de alguns
o trabalho que ficou para hoje
o remédio pra tomar
as pessoas distantes e o desejo de um abraço
o medo da morte e da doença
o desejo da morte e da doença
devaneios, mentiras, verdades, dores, sentidos e textos
fundem-se no corpo que se arrasta entre as gotas da tão constante garoa matinal
rumo ao ponto de ônibus
vão todos juntos
passar um dia perturbador, depois de uma noite perturbadora

Insônia é bom pra ficar sem dormir.

5 comentários:

disse...

Seus textos saem do papel (da telinha do pc!) e nos invadem.
Adoro.
Lindo.

Bjs

Moniquinh

Diego disse...

Uma noite mal dormida é a consequência de um dia perturbador, e o prenúncio de um dia pior ainda.

Lia Lee disse...

Insônia: só quem já não sonha entende o que ela é...

Eu sofro MUITO de insônia...

Nell Siqueira disse...

Espetacular, seu texto.
Não tem como não entrar nele e sentir exatamente o que está sendo sentido e comunicado, como num pacto.
Sedutor. Vaporoso. Sufocante. Esmagador.


Quando li o Angústia (G.R.)eu pensava, durante a leitura de certos trechos:
- É tão terrível, mas não consigo parar de ler! Não consigo parar de ler! Porque é isso mesmo! É isso!
(E a única cúmplice: a brasa do cigarro no quarto escuro, se aproximando dos dedos).

Eu - medrosamente - adorei.

Nell Siqueira disse...

Passei dias perturbado com algo que escrevi aqui e por descuido não expliquei:
"...não tem como não entrar nele e sentir exatamente o que está sendo SENTIDO e comunicado..."
Será?
E onde fica então o "fingidor"?
A coisa só pode ser escrita se tiver sido vivida?
Não. Claro que não.
Um dos papéis da literatura: escrever sobre o que não aconteceu. Ou sim.